Promover o turismo na cidade do Rio de Janeiro combinando elementos de sua tradição histórica e alta tecnologia são os principais objetivos do projeto QRio, que será lançado nesta sexta-feira (25/01), na praia do Arpoador. Criado pelo Grupo Máquina PR e a agência de design e tecnologia digital Zóio para a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, o QRio consiste na instalação de painéis de QR code – entalhados em pedra portuguesa – em 30 atrações turísticas da cidade, como monumentos, praças e praias.

O QRio foi desenvolvido com a proposta de disseminar, de maneira simples, conhecimento e cultura sobre as belezas cariocas. A alternativa encontrada para isso foi a criação de um conteúdo online que pudesse ser acessado pelo visitante diretamente no smartphone ou tablet por meio de um QR code. Nesse conteúdo, ele encontra informações sobre o ponto turístico, além de fotos e curiosidades.

QR code É uma tecnologia semelhante à utilizada nos códigos de barras, mas com potencial de armazenamento de informações maior. Após decodificado por um leitor, disponível na grande maioria das câmeras de smartphones e tablets, redireciona o acesso à informação publicada em um site.

Uma ação semelhante já foi feita em Portugal. Veja:

A vocação turística do Rio é indiscutível. De acordo com dados do Ministério do Turismo, em 2012, cerca de dois milhões de visitantes vindos de outros países desembarcaram na cidade. “Somado ao volume de turistas brasileiros, temos um grande potencial de utilização desta ferramenta”, destaca o secretário de conservação e serviços públicos Marcus Belchior Corrêa Bento.
O Grupo Máquina PR e a Zóio são os responsáveis pela produção do QRio, unindo suas expertises de comunicação integrada para plataformas digitais de alto impacto. Além do conteúdo, identidade visual e infraestrutura tecnológica, toda a execução do projeto foi conduzida pelas duas empresas, que foram responsáveis pelo treinamento dos mestres calceteiros nesta nova técnica, acompanhamento na fabricação e instalação dos mosaicos, além dos testes de acesso.
Para Maristela Mafei, sócia-fundadora do Grupo Máquina PR, um projeto como o QRio é o sonho de toda empresa de relações públicas. “Acreditamos e nos dedicamos a esse projeto por representar algo capaz de traduzir nossa filosofia de atuação, cultura digital e vocação tecnológica”, explica.
A premissa do projeto era desenvolver algo que se identificasse com a cidade, conta Sidney Haddad, head da Zóio. “Procuramos criar algo com essa essência de ser – ao mesmo tempo –cosmopolita, mas com uma forte raiz cultural. Pensamos em combinar a tecnologia com as curvas, como as dos calçadões, que tornaram o Rio uma referência mundial de beleza”.
1. Arpoador
2. Leblon
3. Leme
4. São Conrado
5. Barra da Tijuca
6. Corcovado
7. Sambódromo
8. Pão de Açúcar
9. Ipanema
10. Pista Cláudio Coutinho (Urca)
11. Arcos da Lapa
12. Monumento aos Mortos / Aterro do Flamengo
13. Praça Paris
14. Mestre Valentim
15. Praça XV – D Pedro I
16. Drummond 17. Caymmi
18. Bellini
19. Zózimo
20. Gonzagão / Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas
21. Curumim / Lagoa Rodrigo de Freitas
22. Quinta da Boa Vista
23. Vista Chinesa
24. Chafariz em frente ao MAM
25. Chafariz das Três Mulheres
26. Parque Madureira
27. Relógio da Glória
28. Jardim Botânico
29. Praça Tiradentes
30. Obelisco da Rio Branco
Além da integração de alta tecnologia com a vocação turística da capital fluminense, a conscientização sobre sustentabilidade é outra frente explorada pelo projeto, uma vez que também serão utilizados materiais reciclados na composição dos painéis. Para isso, estão sendo estudadas parcerias com entidades que se destaquem no reaproveitamento de materiais, na coleta seletiva e estímulo às boas práticas de sustentabilidade.
Data de lançamento
Data: 25/01 (sexta-feira)
Horário: 18h
Local: Praia do Arpoador (Pedra do Arpoador) – Acesso pela Av. Francisco Bherring
Fonte: Adnews

Related Posts


Olá, mundo!

Bem-vindo ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

05.05.2017

Discutindo habilidades e pautas

Sábado gelado. Fim de semestre. Época de correria. Rouquidão. Acordar cedo. Ter até que pegar um avião. Dez horas de trabalho intenso. Nada disso detêm quem tem paixão pelo que faz. E foi essa paixão que reuniu um grupo de 20 pessoas dispostas a pensar, compartilhar experiência, rever conceitos, conhecer novas pessoas, olhar para sua […]

01.06.2014

III Jornalismo sem Fronteiras

O programa Jornalismo sem Fronteiras, que está na 3ª edição, vai permitir aos participantes passar 7 dias como enviado especial em Buenos Aires. Com tudo o que isso significa: descobrir a cidade, as fontes, as pautas e produzir matérias. Além disso, os participantes têm a oportunidade de conversar com alguns renomados jornalistas que contam um […]

16.04.2014

Comments


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *